Inep divulga notas de corte do Sisu. Entenda o signficado

Inep divulga notas de corte do Sisu. Entenda o signficado
5 (100%) 1 vote

As notas de corte representam uma referência para auxiliar o candidato no monitoramento de sua inscrição, não sendo garantia de seleção para a vaga ofertada pela Instituição de Ensino.

As notas de corte mudam a cada edição do Sisu; mas conhecê-las fornece uma boa base para que o estudante saiba o que esperar quando chegar a hora de se inscrever.

Veja notas de corte por área de conhecimento de outras edições do Sisu.

Notas Mínimas e Máximas de outras edições do Enem

Como se preparar com a nota de corte do Sisu

Ao conhecer as notas de corte e os pesos dados a cada área do conhecimento, o estudante já consegue saber o desempenho aproximado que precisa obter no Enem. Com isso, poderá fazer um plano de estudos que foque nas áreas mais importantes ao longo do ano. Se o curso desejado possui peso maior para a redação, por exemplo, já é possível começar a treinar o mais cedo possível.

Ao comparar as notas de corte de cursos em diferentes cidades, o estudante poderá colocar no radar instituições de lugares mais distantes da sua casa.

Muitos candidatos acabam tomando essa decisão de última hora, quando as inscrições já estão abertas. Mas coisas que envolvem mudanças de vida precisam ser bem planejadas. Portanto, use esses meses até as próximas inscrições para se preparar e garantir boas chances no Enem.

Como saber o peso de cada área no Enem

As Universidades e Institutos firmam termos de adesão com o MEC para oferecer vagas junto ao Sisu, que é o Sistema de Seleção Unificada. Nos termos de adesão, as Instituições especificam os cursos, modalidades de vagas, pesos das notas do Enem em cada área da prova. Acesse os termos de adesão de 2018 e verifique suas chances para sua preparação para o Sisu 2019.

Maiores Notas de Corte Sisu 2018

Ainda conforme o MEC, a maior nota de corte registrada foi no curso de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), que exigiu 819,92 na média do Enem. Entre os dez primeiros, sete são de Medicina, dois de Engenharia e um de Física.

Sobre o Autor: Rosangela Quinelato Possui graduação em Letras – Português/Inglês pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ubá (1995), Pós-graduação em Literatura Brasileira pela FAFI-Ubá e Pós-graduação em Tecnologias da Aprendizagem pelo Senac. Desempenhou por 9 anos a função de Diretora Pedagógica da Universidade Presidente Antônio Carlos – campus II Ubá e da Faculdade Presidente Antônio Carlos de Ubá. Desde 2015 atua como redatora para sites na área de Educação.

0 comments… add one

Leave a Comment